Resumo do Livro – Memórias de um Sargento de Milícias

O Resumo do Livro Memórias de um Sargento de Milícias é muito procurado pelas pessoas que amam o período do romantismo do século XIX. Além dos amantes de literatura, muitos alunos quando estão estudando esse período no ensino médio também acabam tendo um primeiro contato com a obra que é considerada uma leitura obrigatória por muitos professores.

Um ponto que deve ser ressaltado é que o livro apresenta muitos fatos verídicos, uma vez que parte do seu conteúdo veio de alguns boletins que eram criados pelos militares da época.


O que o autor (Manuel Antônio de Almeida) fez, foi criar uma história paralela para amarrar os “contos” que eram relatados. Nesta história, surgiu pela primeira vez a figura do “malandro”.

Resumo do Livro Memórias de um Sargento de Milícias

Para saber mais sobre o livro Memórias de um Sargento de Milícias, continue lendo!

A história

A história do livro gira em torno de Leonardo, uma criança que é abandonada pelo pai e pela mãe logo no início de sua vida. Somente no seu padrinho é que Leonardo consegue ter a sensação de estar sendo resguardado por alguém.

O jovem abandonado tinha uma personalidade forte, e por onde passava realizava algumas traquinagens ou causava algum tipo de confusão, e seu padrinho, que havia o tomado como filho passa a ter dificuldades para criá-lo em meio a tantas confusões.

Compadre (o seu padrinho), era um homem que havia um bom dinheiro. Ele era barbeiro e já tinha sido militar e parte da sua fortuna havia sido “herdada” de uma promessa não cumprida. Sabendo como era a vida, o maior desejo de Compadre era em transformar Leonardo em um padre para que ele vivesse uma vida honrada e que espalhasse o bem.

Após uma série de desencontros e confusões que eram criadas por Leonardo, ele acabou servindo ao exército em um período de sua vida. No exército, ele foi destinado para um batalhão da polícia que tinha como maior objetivo combater os malandros do Rio de Janeiro.

Diferente da expectativa de todos, as traquinagens de Leonardo continuaram por muito tempo. Ainda servindo à polícia, o jovem rapaz ainda pregava peças que podiam ser consideradas até criminosas.

Uma de suas “piadas” mais infames foi a prisão de um homem que aparentava ser inocente. A razão para esta prisão? Leonardo queria animar uma festa a qual estava participando, e o homem preso era um excelente imitador.

Resumo do Livro Memórias de um Sargento de Milícias

Ilustração: Rodrigo Rosa

Nesta mesma ocasião, Leonardo entrar em uma nova confusão e acaba sendo condenado a prisão. Porém, pela ajuda de algumas conhecidas, o jovem conseguiu escapar da prisão e ainda conseguiu ser promovido para primeiro-sargento do exército.

Durante o resto de sua vida, o jovem conseguiu dar a “volta por cima” e acabou se casando com Luisinha, a sobrinha de dona Maria, uma mulher idosa que tinha uma excelente condição financeira e que praticava a caridade com disciplina e fervor.

Quem deve ler o livro Memórias de um Sargento de Milícias?

Bom, a leitura é descontraída e em alguns casos até mesmo cômica. O livro tem “bons ares” e é uma boa leitura para aquelas pessoas que apreciam o romantismo do século XIX.

Para as pessoas que não são muito apegadas aos estilos literários mais antigos, esse livro pode ser dispensável, mas a sua história é interessante e se você for uma das pessoas que gostam de situações inusitadas essa obra pode ser interessante.

Já os alunos do ensino médio, estes poderão ter uma certa estranheza como livro, mas no geral, ele será uma boa fonte de estudo para que, pelo menos, uma ideia do contexto histórico seja desenvolvido com mais profundidade a partir desses estudos.

E você? Já leu o livro Memórias de um Sargento de Milícias? Diga nos comentários abaixo!

O que você acha do livro "Memórias de um Sargento de Milícias"?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Deixe um comentário!